Equador

O Equador é país pequeno e um dos únicos que não faz divisa com o Brasil. Tão desconhecido que muitos brasileiros mal ouvem falar. Localizado na América do Sul, esse país guarda experiências incríveis, atrações históricas, naturais e uma população super simpática. Apesar de todas as atrações que o país oferece aos viajantes, a maioria dos turistas ainda vão em busca do disputado arquipélago de Galápagos. Não é para menos que Charles Darwin se encantou por esse lugar.

A capital Quito está a 2800 metros de altitude, rodeada de vulcões. Possui um dos centros históricos mais conservados do mundo. A cidade ganhou em 1978 o reconhecimento da UNESCO de Patrimônio Cultural da Humanidade. Assim como Quito, a cidade colonial de Cuenca também se tornou patrimônio por suas belas igrejas, edifícios coloniais, ruas de pedras e toda sua atmosfera hispânica. A cidade está no ponto zero da linha do equador e você pode ver de perto a linha com o teleférico que é o mais alto do mundo e te leva a 4100 metros acima do nível do mar.

Quando ir ao Equador

Apesar de ser uma país pequena, o Equador tem um clima bem diversificado devido à elevação das diferentes zonas climáticas, porém o clima é bem agradável nos meses de junho a setembro na maioria das regiões. Na costa do oceano pacífico a estação de chuva vai de dezembro a maio com temperatura média em torno de 23°C a 26°C. No altiplano andino o clima é relativamente seco e temperado com estação chuvosa de janeiro a maio. Os meses de abril a junho costumam ser os melhores na maioria das regiões.

Como chegar

Não há voos direto do Brasil para Quito. A melhores opções são uma conexão rápida via Panamá com a Copa, em Lima com a Taca ou em Bogotá com a Avianca. O aeroporto de Quito fica a 10 quilômetros da cidade e a melhor opção para chegar ao hotel ou vice e versa é através de táxi.

O que fazer

Quito

Capital equatoriana com aproximadamente 2,5 milhões de habitantes possui uma infraestrutura hoteleira completa, serviços turísticos de qualidade, teatros e centros comerciais. Esse destino é um dos melhores países para quem procura descanso sem gastar muito. Fica na linha que separa os dois hemisférios e possui o maior centro histórico de toda a América. Seus prédios de arquitetura impecável já abrigou a Escuela Quinteña e joias da coroa espanhola. Conheça o Parque Nacional Cotopaxi que possui diversos vulcões sendo um ativo do mesmo nome do parque.

Caminhe pelas ruas estreitas do centro admirando a arquitetura preservada, visite Basílica Del Voto Nacional, construída no século 19 em estilo gótico, Plaza de La Independencia, Catedral Metropolitana de Quito, Plaza de San Francisco, El Panecillo, Teleférico fica a 2,5 quilômetros com uma subida de 15 minutos que te leva a 4000 metros acima do nível do mar para uma vista incrível da cidade e, A metade do mundo são pontos estratégicos na cidade de Quito que marcam a divisa do hemisfério norte e sul. Por fim e se tiver com tempo conheça a montanha Chimborazo, a mais alta do país, e a Carihauirazo, que possui cinco mil metros de altitude.

Guayaquil

Maior cidade do Equador e principal polo econômico. Localizada perto do mar, as margens do Rio Guayas contam com o principal porto do país e você consegue conhecer a cidade em um dia. Visite o Malecón 200o que é um belo calçadão construído as margens do rio. Las Penãs bairro histórico que deu origem a cidade. Cerro Santa Ana uma espécie de favela com casas coloridas que foi pacificado e oferece uma vista linda da cidade.

Cuenca

Uma verdadeira joia rara do país, essa cidade também foi declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Você vai voltar no tempo e se apaixonar por esse destino caminhando pelo centro histórico e apreciando a arquitetura colonial espanhola. Não deixe de fazer o passeio pelo Parque Nacional Cajas e que leva pelas cidades da redondeza.

Ilhas Galápagos

O arquipélago de Galápagos é formado por 12 ilhas principais e muitas outras menores, porém cinco dessas ilhas são inabitáveis. A principal ilha é Santa Cruz e a principal cidade é Puerto Ayora. A fauna é o que há de mais espetacular nesse destino. Os pássaros, répteis e mamíferos são as espécies dominantes, mas você vai se deslumbrar com a vida marinha e as águas cristalinas. Esse arquipélago é uma espécie de santuário da vida animal que tenta encontrar o equilíbrio entre turismo e preservação do ecossistema.

Avenida dos Vulcões

É um passeio pelo coração do Equador com um vagão de trem. Os passageiros vão sentados no teto do veículo onde faz um frio de rachar no Altiplano dos Andes. A emoção de ver uma paisagem desenhada por campos cultivados, vulcões por todos os lados, neve no cume das montanhas e andinos vestidos com roupas coloridas vale a pena o frio e qualquer esforço. O passeio sai de Quito em direção ao sul do país, para em vilarejos e passa por desfiladeiros de tirar o fôlego. A Avenida dos Vulcões concentra nove dos dez picos mais altos do país.

Ruínas Ingapirca

O Império Inca deixou vestígios por toda a América Latina e o Equador também guarda uma parte delas. Essas ruínas são as maiores e mais importante sítio arqueológico do Equador. O tour leva cerca de uma hora e custa em média US$6 onde os turistas são acompanhados por guias locais.

Dica

  • A moeda oficial é o dólar americano.
  • A língua oficial é o espanhol.
  • Não é necessário visto para entrar no país, apenas passaporte válido.
  • O fuso horário é de duas horas a menos que Brasília.
  • Vale a pena provar o delicioso Cuy, porquinho da índia frito em óleo quente ou assado junto com o suco de tamarilho.
  • Aproveite para comprar um chapéu Panamá que apesar do nome, foi criado no Equador.

Crédito das fotos: divulgação

FONTENômades Digitais
COMPARTILHAR
Artigo anteriorEgito
Próximo artigoHolanda

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here