Moro dois Irmãos
Morro Dois Irmãos

O arquipélago de Fernando de Noronha possui ao todo 21 ilhas sendo que a principal também leva o mesmo nome e é a única ilha habitada. Para visitar as outras ilhas somente com licença oficial do IBAMA. Uma curiosidade da principal ilha é que possui aproximadamente 17 quilômetros e a segunda menor BR do Brasil.

O Brasil possui cerca de sete mil quilômetros de litoral e ainda assim Fernando de Noronha é considerado o mais belo conjunto de praias do Brasil. A viagem para esse paraíso não é nada econômica. Você nem vai lembrar-se disso ao mergulhar com tartarugas marinhas, navegar ao lado de golfinhos e ver o pôr do sol nas praias do Cachorro e do Meio.

Fernando de Noronha: Como chegar

O arquipélago pertence ao estado de Pernambuco. Fica a 291 milhas náuticas de Recife e 200 milhas náuticas de Natal. Só é possível chegar a esse paraíso de avião ou pelo mar. As únicas companhias aéreas que fazem esse trajeto é Azul e Gol saindo exclusivamente de Natal e Recife.

Se optar por avião, tente marcar seu assento do lado esquerdo na ida e lado direito na volta pois as paisagens são incrível. Se for por mar, há vários cruzeiros turísticos que fazem parada em Fernando de Noronha.

Como circular

Fernando de Noronha é uma ilha pequena e se você estiver disposto, dá para fazer várias caminhadas. Mesmo assim, alguns lugares podem ser bem distantes. A melhor maneira para circular na ilha é através de um dos meios de transportes oferecidos pelo arquipélago. Moto, buggy ou carro, o valor depende do modelo e da época do ano, mas lembre-se que a ilha possui apenas um posto de combustível.

Outra opção é usar o transporte público da ilha. Os ônibus passam a cada 30 minutos e custam em torno de R$5. Se você gosta de aventura, pode usar bicicleta para passear e se locomover pela ilha. A última opção para quem não está a fim de dirigir seriam os táxis que não usam taxímetro, mas sim tabelas fixas.

O que fazer

Fernando de Noronha é dividido em duas costas, a baía de dentro (voltada para o país) e a baía de fora (voltada para a África). As mais belas praias estão voltadas para o mar de dentro com águas cristalinas e onde o sol se põe. Turistas e locais se reúnem na praia da Conceição e do Boldró para ver o espetáculo do sol.

As praias

É impossível pensar em Fernando de Noronha e não vir à cabeça as imagens das belas praias com águas cristalinas e temperatura agradáveis durante o ano todo. Há uma grande variedade de animais em seu habitat natural. Você ainda consegue mergulhar e ver a diversidade da vida marinha.

O mar de dentro, as águas são mais tranquilas e está protegida dos ventos. Onde fica a Baía do Sancho, a Baía dos Porcos e a Cacimba do Padre. O mar de fora o mar é mais agitado, tem mais pedras e menos praias. Onde fica a Praia do Leão, Sueste.

Todas as praias são lindíssimas, mas visitar a Baía do Sancho é primordial. Ela é considerada a praia mais bonita do Brasil e onde tem o Morro Dois Irmãos. Além das praias mencionadas acima, não deixe de conhecer a Praia A

verdadeiro aquário natural, Praia do Cachorro que é a mais próxima da Vila dos Remédios, Praia do Porto onde os locais mais frequentam, Baía dos Golfinhos e Boldró que possuem o pôr do sol mais lindo da ilha.

Mergulho

A diversidade da vida marinha e as águas transparentes fazem dessa ilha um dos melhores lugares do mundo para a prática de mergulho. A visibilidade pode chegar até a 50 metros e se você for credenciado, a ilha ainda oferece mergulho noturno. No mar de dentro é possível mergulhar e ver naufrágios incríveis, grutas e paredões rochosos. Não deixe de ver de perto essa diversidade da vida marinha.

Pôr do sol

Não deixe de contemplar o pôr do sol que acontece do lado do mar de dentro. As praias mais disputadas por turistas e locais são Conceição Cacimba do Padre e praia do Boldró.

Snorkeling na Praia do Atalaia

Um dos melhores pontos de Noronha para mergulhar com snorkel, a praia do Atalaia reúne peixes coloridos, polvos, tartarugas e pequenos tubarões. O acesso é controlado pelo IBAMA e para chegar até a praia é preciso agendar o mergulho na sede do ICMBio e adquirir o ingresso do Parque Marinho. O bilhete tem validade de dez dias e dá acesso a outras praias.

Golfinhos

Não perca a oportunidade de observar os golfinhos no mirante da Baía dos Golfinhos. Eles costumam aparecer por volta de seis e meia da manhã para descansar após a alimentação da madrugada. É proibido mergulhar no local, mas os biólogos emprestam binóculo para observação. É preciso pagar o ingresso do parque Marinho que pode ser adquirido na Praça Flamboyant.

Vila dos Remédios

O centro de Fernando de Noronha cresceu em volta da igreja de Nossa Senhora dos Remédios e as construções históricas são o cenário mais urbano e charmoso da ilha. O centro ainda abriga a sede da administração da ilha (Palácio de São Miguel) e o memorial Noronhense (Espaço Cultural Américo Vespúcio). Essas construções foram feitas pelos portugueses em 1772 e tombada pelo Iphan.

Projeto Tamar

Uma das experiências mais emocionantes da ilha, a tartarugada acontece duas vezes por semana de janeiro a maio e permite que os viajantes acompanhe de perto a desova dos animais na Praia do Leão. É preciso chegar cedo se quiser garantir uma das poucas vagas disponíveis (quatro pessoas mais o biólogo), mas o programa é de graça. Você vai pernoitar em uma das hospedagens simples na base de apoio do Projeto Tamar e não há banheiro.

Passeio de Barco

Os passeios de barcos acontecem todos os dias de manhã e a tarde partindo da praia do porto de Santo Antônio. Duram cerca de três horas pelo mar de dentro e tem como ponto alto o mergulho na Baía do Sancho e as pedras na Ponta da Sapata com desenho semelhante ao mapa do Brasil.

Praia do Leão

Uma das mais belas praias do mar de fora, com uma extensa praia e água em tons verde e azul. A praia do Leão ganhou esse nome devido à formação rochosa dentro do mar que se assemelha vagamente a um leão marinho. Foi uma das escolhidas pelas tartarugas para desova e há uma grande variedade de aves que possuem ninho do morro da Viuvinha (ao lado da praia).

Trilhas

Fernando de Noronha é um destino excelente para aventura. São ao todo 16 trilhas que levam os mais variados destinos e cenários e que podem ser explorados a pé ou de bicicleta. A maioria das trilhas são bem sinalizadas e a distâncias variam entre 170 metros a 5 quilômetros.

Dicas

  • Você precisa pagar a taxa de preservação ambiental (TPA) que é destinada à manutenção urbana da ilha. O valor da taxa é a partir de R$64,25 por dia de permanência na ilha e você pode pagar com débito, crédito, dinheiro, cheque, dólar ou euro. Caso decida estender sua estadia, é só se dirigir ao balcão de atendimento no aeroporto e renovar a taxa. Se precisar voltar antes da data prevista, também pode solicitar restituição no aeroporto. Essa taxa pode ser paga assim que você desembarca no aeroporto ou pela através deste link.
  • Preparando a mala para Fernando de Noronha, não deixe de levar protetor solar, chapéu, boné, óculos, máscara, snorkel e repelente.
  • Leve também um kit de primeiros socorros e remédios, pois na ilha pode ser difícil de achar e os preços podem ser mais altos.
  • Ir a Fernando de Noronha e não levar uma maquina fotográfica é praticamente um pecado. Você precisa registrar os momentos e as belezas dessa ilha.
  • Leve dinheiro. Há apenas uma agência do Banco do Brasil e outra do Bradesco na ilha. No aeroporto tem caixa 24h, mas na dúvida, leve dinheiro do continente.
  • Vá para Noronha sabendo que tudo custa muito caro. Como os produtos que normalmente precisamos chegam até a ilha de barco, isso faz encarecer o preço final.
  • Se você achar que por ser um destino caro vai encontrar toda a infraestrutura necessária, não se engane. Fernando de Noronha é como uma pequena vila, com ruas que nem sempre são asfaltadas, quando chove há lama, praias que nem sempre são fáceis de chegar e caminhar faz parte do dia a dia.
  • Não encha o tanque do buggy caso alugue um. Normalmente os marcadores estão quebrados para que você encha e acaba deixando o resto para o próximo que alugar.

Crédito das fotos: Divulgação

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here