Praia do Julião - Ilhabela
Praia do Julião - Ilhabela

Ilhabela está localizada no litoral norte de São Paulo onde o canal de São Sebastião separa a ilha do continente. É um lugar com uma combinação primorosa entre aconchego de belas pousadas, restaurante e cafés com o charme da região. Uma ilha paradisíaca com cenários de cachoeiras, praias de mar azul, montanhas e mata Atlântica.

Mas não só de natureza vive esse lugar. Ilhabela também é palco da Semana Internacional de Vela, maior evento da América Latina e do Festival de Camarão que atrai turistas nos meses mais frios do ano. Do outro lado da ilha, voltado para o mar aberto, estão às praias frequentadas por surfistas, aventureiros, mergulhadores e garantia de paisagens quase intocáveis.

Como chegar a Ilhabela

De carro saindo de São Paulo pela rodovia Ayrton Senna até a Rodovia dos Tamoios que termina em Caraguatatuba. Ao final, vire a direita sentido São Sebastião até o centro onde as placas indicam a balsa. Saindo do Rio de Janeiro pela Rodovia Rio-Santos até Caraguatatuba. Em seguida São Sebastião e onde as placas indicam a balsa.

De ônibus a empresa Pássaro Marrom faz o trajeto saindo de São Paulo até São Sebastião. Do Rio de Janeiro a empresa Útil faz o percurso.

A travessia do canal acontece a cada trinta minutos. As balsas levam em torno de quinze minutos para chegar ao outro lado. O horário de funcionamento é das 6h às 24h sendo que após meia noite a travessia é a cada hora. Nos períodos de alta temporada a fila da balsa pode demorar até quatro horas. Para evitar filas é recomendável agendar a travessia através do site.

Quando ir

A alta temporada é sempre no verão, nos meses de dezembro a fevereiro e nos feriados durante o ano. Nesse período todos os serviços e atrações estão lotados e funcionando de maneira intensa. Há bastante congestionamento na ilha e longas filas na balsa. Na baixa temporada você tem a oportunidade de curtir sem estresse, porém as praias estão bem desertas.

Fora esse período a ilha é marcada pelo calendário que movimenta o lugar como as festas religiosas do primeiro semestre, Semana Internacional de Vela em Julho e Festival do Camarão em Agosto.

Como circular

Por se tratar de uma ilha, a melhor maneira de circular é de carro. Nem todas as praias são acessíveis para ônibus e alguns lugares são distantes do centro. Para chegar ao outro lado da ilha somente com carro 4×4 ou lancha.

O que fazer

Aproveite bastante para desfrutar das charmosas pousadas, restaurantes, bares e lojinhas locais. Deixando o glamour para trás, você vai precisar de muita dose de espírito aventureiro para conhecer todas as atrações da ilha. Desde cachoeiras, praias desertas, comunidades locais sem energia e boas caminhadas.

Baía de Castelhanos e Cachoeira do Gato

Não deixe de fazer o passeio de jipe oferecido por agências locais. Elas te levam até o selvagem lado sul da ilha onde está a Baía de Castelhanos. O percurso tem 22 quilômetros que dura uma hora em um veículo 4×4. A recompensa vale a pena. Uma extensa faixa de areia dourada, fina com ondas perfeitas para surfistas.

A cachoeira do Gato está logo em seguida. Quarenta minutos de caminhada que te levam até uma queda d’água de cinquenta metros e piscinas naturais.

Praia do Bonete e Cachoeira da Laje

Também localizada ao sul de Ilhabela, mas só é possível chegar por trilha. É uma praia semi-deserta que termina em uma vila de pescadores. A vila não possui energia elétrica e muitos outros confortos que só encontramos na cidade. A trilha que leva até a vila de pescadores era uma antiga estrada que liga a praia até o centro de Ilhabela. Não há grandes dificuldades, e você ainda é presenteado com banho da cachoeira da Laje. Para chegar até a cachoeira são cinquenta minutos de caminhada leve e as quedas d’água forma piscina naturais de água cristalina.

Cachoeira da Toca

A estrada para Castelhanos leva a cachoeira mais famosa da ilha. São três metros de forte queda que formam longos tobogãs.

Cachoeira dos Três Tombos e Água Branca

Para a cachoeira dos Três Tombos o acesso é bem fácil pela praia da Feiticeira. A queda d’água forma piscinas naturais e rodeada de muito verde.

Água Branca é a maior cachoeira de Ilhabela. São sessenta e cinco metros que formam cinco poços d’água perfeitos para banho. O acesso é a partir do Parque Estadual e a caminhada dura cerca de uma hora.

Passear pela Vila

Caminhar pelo centro da vila é uma das melhores maneiras de conhecer a região. Uma dica é observar o vai e vem de pessoas e turistas. No início da noite começa uma movimentação maior de pessoas atrás de bares, restaurantes e lojinhas locais.

Passeio Terra e Mar

Esse passeio é oferecido por várias agências de turismo. O primeiro grupo parte às 10h da manhã da praia do Perequê sentido a Castelhanos enfrentando 22 quilômetros de jipe. O segundo grupo parte no mesmo horário de barco com paradas para mergulho. Na volta os meios de transporte são trocados.

Mergulho na Ilha das Cabras

A reserva marinha da ilha das cabras é considerada um dos melhores points para a prática do mergulho. Há uma grande diversidade de cardumes e naufrágios

Passeio de Escuna

Os passeios de escunas também são oferecidos por diversas agências. O tour sai da praia do Perequê e passa o dia inteiro pelas praias da Fome e do Jabaquara.

Dica

  • Não deixe de usar repelente durante o dia inteiro inclusive a noite. Os pernilongos e borrachudos da ilha não dão descanso.
  • Há agências do Banco do Brasil, Itaú, Santander, Bradesco e Caixa Econômica.

Crédito das fotos: divulgação

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here