Ilhas Yasawa
Ilhas Yasawa

Ilhas Fiji é pequeno arquipélago de população nativa Polinésia que foi domínio inglês por décadas e consequentemente deixado de lado no desenvolvimento econômico, político, social e cultural. Só adquiriu independência nos anos 70 e atualmente a população local é constituído por indianos (trazidos pelos britânicos), polinésios e ingleses.

As Ilhas Fiji estão na Oceania e bem próxima da Austrália e Nova Zelândia. Esse destino atrai turistas de vários lugares do mundo atrás de belas praias e paisagens. O mergulho em águas claras, a alta biologia marinha, surf, kitesurf, windsurf, canoagem e uma cultura rica e mística baseada nas crenças hindus são outros grandes atrativos das ilhas. Outro esporte que vem ganhando muito adeptos é o golfe devido a Vijay Singh um dos grandes campeões do mundo e nativo da ilha. As maravilhas naturais são tantas que vários filmes de Hollywood já gravaram cenas no arquipélago, incluindo o clássico “A Lagoa Azul” dos anos 80. É um cenário perfeito para uma viagem a dois onde o grande protagonista é o mar.

Como Chegar nas Ilhas Fiji

Não é uma tarefa fácil chegar até as Ilhas Fiji, mas prometo que vale muito a pena. Saindo do Brasil o trajeto até as ilhas duram em média 26 horas incluindo as escalas. As companhias LAN, American, Qantas e Delta fazem o trajeto até Nadi com duas ou três escalas. Já a empresa Air Pacific tem roteiros com conexões em Vancouver, Melbourne e Los Angeles.

Como circular

De avião, hidroavião e helicóptero temos duas companhias aéreas que são Fiji Airways e Northern Air, mas as passagens não são baratas.

Por água temos ferry ou embarcações fretadas, porém só recomendamos usa-las no percurso ligando Mamanuca e Yasawa. Em outros trajetos as empresas não são as melhores e não são confiáveis.

Por terra você pode circular de ônibus, shutlle ou alugar carro, mas saiba que as estradas não estão boas condições e a maioria dos passeios oferecem traslado já inclusos no preço.

Quando ir

O clima tropical de influência oceânica permite que possamos visitar a ilha em qualquer época do ano, mas o ideal é pegar a estação mais seca, entre os meses de maio a outubro. Nessa época as temperaturas são mais amenas entre 19°C e 29°C. Entre os meses de novembro a abril chove bastante. O arquipélago possui excelente infraestrutura turística, de hospedagem e é um verdadeiro paraíso da natureza.

O que fazer

  1. O arquipélago de Fiji é o lugar perfeito para quem busca relaxar, curtir as belas praias e o sol. A Ilha de Viti Levu é ótima para a prática de mergulho, com águas tão claras e limpas que nem é preciso snorkeling para ver as belezas do fundo do mar. Outra prática muito interessante é o trekking pelo interior da ilha que te leva a uma natureza exuberante e várias cachoeiras em solo vulcânico. Pelo caminho você tem contato com pequenas vilas e estações arqueológicas que contam um pouco da história da ilha. Você pode ainda andar a cavalo, fazer um passeio de bicicleta ou ainda observar os pássaros.
  2. Ilha Mamanuca é de fácil acesso via barco a partir de Nadi na costa oeste de Viti Levu. Você pode passar o dia por lá aproveitando as praias, paisagens, snorkeling e mergulho. Mamanuca é também conhecida como a ilha das festas.
  3. Suva é a capital de Fiji e situada na costa sudeste. Enquanto Nadi é o centro do turismo, Suva é o centro administrativo, político e principal porto do arquipélago. A maioria da população vive na capital e nos seus arredores. É também a cidade mais sofisticada do pacifico sul e onde está localizada a Universidade do pacifico sul. Uma cidade multicultural, com inúmeras mesquitas, igrejas e templos. Vale a pena a visita a Catedral Católica Romana e ao Mercado Municipal.
  4. Sigatoka é uma pequena cidade ao sul da ilha e as margens do rio Fiji. É uma pequena comunidade de agricultores, com um animado mercado, mesquitas e alguns lugares para comer e ficar. É um excelente ponto de partida para explorar as enormes dunas de areia e o Vale Sigatoka, uma faixa de terra fértil e de interesse cultural e arqueológico.
  5. Nausori Highlands uma remota aldeia situada no interior da ilha de Viti Levu onde a maioria das casas são típicas e tradicionais. Não é comum a visita de muitos turistas a essa aldeia por isso é de boa educação pedir permissão ao chefe da aldeia para visitar o local e tirar fotos.
  6. Yasawa são ilhas mais distantes de Nadi (algumas até 6h de distância), mas também são as mais bonitas.

Dicas

  • Brasileiros não precisam de visto para entrar nas Ilhas Fiji.
  • São 322 ilhas que formam o arquipélago de Fiji, porém um terço é desabitado.
  • O idioma local é o inglês e Fijiano.
  • O fuso horário é de 12h a frente do Brasil.
  • As principais ilhas são Viti Levu e Vanua Levu.
  • O povo de Fiji é considerado um dos povos mais felizes do mundo.
  • Os rituais religiosos são levados a sério. Se você for convidado a participar, lembre-se de não usar chapéu, não mostrar a barriga e os ombros. É educado que leve sempre um presente, de preferência kava (uma raiz).
  • A região norte da ilha é considerada um dos lugares mais lindos do mundo para a pratica de mergulho.
  • Não deixe de levar remédio para enjoos uma vez que os barcos balançam muito de uma ilha para a outra.
  • Se você for visitar mais de três ilhas, vale a pena comprar o Bula Pass que é um passe que permite fazer quantas viagens quiser em 7/14 ou 30 dias. Caso contrário vale a pena comprar os passes separadamente. Se for viajar na alta temporada, garante seu Bula
  • Pass antecipadamente para não correr o risco de ficar sem.
  • A moeda oficial é o dólar de Fiji sendo que R$1 equivale a $0,60 Fed.
  • Se você optar por dirigir em Fiji, lembre-se que é uma ex-colônia britânica e a mão é inglesa.

Crédito das Fotos: Divulgação

COMPARTILHAR
Próximo artigoVietnã

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here