Inglaterra

Falar da Inglaterra é algo que realmente enche meu coração de alegria. Esse país foi minha casa por cinco anos. Lá eu fiz grandes amizades, chorei longe de casa, aprendi a me virar sozinha, amadureci e foi onde minha vida mudou completamente. Não tem como fazer um único post sobre esse país tão rico culturalmente, historicamente e com belezas naturais incríveis e, por isso vamos fazer uma série de matérias com várias dicas.

Muitos turistas que visitam o país acreditam que o único ponto turístico da Inglaterra é a capital Londres e provavelmente o mais longe que passou da cidade foi o aeroporto de Heathrow. Realmente o metro de capital inglesa é tão bom e com uma malha tão extensa que a cada parada, há uma atração turística. Mas custa lembrar que a Inglaterra oferece muito mais do que a Londres.

Uma vez que você estiver visitando o país, não deixe de explorar todos os horizontes e templos sagrados da capital. Desde museus, teatros, musicais, parques, gastronomia que vai muito além de fish and chips, bares, restaurantes, feiras, bairros charmosos, vida noturna, mas não deixe de conhecer cidades belíssimas como Bath, Liverpool, Brighton, Stonnehenge em Salisbury e a realeza de Windsor.

Como chegar a Inglaterra

De avião há vários voos saindo do Brasil direto para Londres pelas principais companhias TAM e British Airways e que te levam ao aeroporto Heathrow, principal do país. Há outros aeroportos como Gatwick, Luton, Stansted e City que são operados por outras companhias como TAP, Ibéria, Alitalia, porém você precisa fazer uma conexão em algum lugar da Europa.

Por terra a maneira mais fácil de se chegar ao país é através do Eurostar que opera principalmente destinos como Paris e Bruxelas

Quando ir

O país possui um clima oceânico e isso faz com que as chuvas acontecem durante o ano inteiro. Apesar do clima ser conhecido como instável e no inverno os dias serem bem cinzentos e frios, acredite você pode visitar o país em qualquer época do ano. Basta se adequar ao tempo.

No verão, entre os meses de junho e setembro, os dias ficam mais longos, o clima sobe e as ruas ficam repletas de gente. Essa é considerada a alta temporada uma vez que os preços de hospedagem e passagens ficam mais caras.

Entre o outono, de outubro a dezembro e o inverno, de janeiro a março as temperaturas caem, os dias ficam mais curtos e os visitantes conseguem preços mais em conta em hospedagem e passagens aéreas.

Como circular

Circular por Londres é uma das maneiras mais fáceis pois o país possui uma das maiores e mais antiga rede metroviária do mundo. O underground ou tube como é chamado o metro, é dividido por áreas sendo que as principais atrações estão na zona 1 e 2 (veja tópico Dicas)

De uma cidade para outra você pode escolher entre trem ou ônibus são possuem excelentes serviços e preço bem razoável. Se optar por alugar um carro, lembre-se que a mão é inglesa.

O que fazer

Londres

Uma vez em na capital londrina, você vai precisar de pelo menos uma semana para desfrutar da cidade sem correria. Não deixe de conhecer os principais pontos turísticos como Trafalgar Square, Big Ben, Palácio de Buckingham, Broadway Tower, Museu de Londres, Tate Gallery, Abadia de Westminster, Casas do Parlamento, Museu de Cera Madame Tussaud, Palácio de St. James, Tower Bridge, Tower Bridge, Torre de Londres, National Gallery, Hyde Park, Convent Garden, Greenwich. Sem falar nos bairros que você caminha o dia inteiro, nos passeios a beira do Rio Tâmisa

Bath

Há 119 quilômetros de Londres, é um dos destinos mais procurados da Inglaterra por seus banhos romanos, porém possui outros grandes atrativos como a Catedral de Bath, Royal Crescent, diversos parques e jardins. Você vai se encantar caminhando pelo centro dessa charmosa cidade.

Brighton

Uma cidade agitada com bastante vida noturna e diversas opções de late night (que terminam quando amanhece). É considerada a capital gay da Inglaterra onde ocorre a parada gay no mês e agosto. A uma hora de trem da capital inglesa, Brighton é conhecida pela praia de pedra, água do mar gelada o ano inteiro, museus, bares e restaurantes.

Liverpool

Essa cidade já foi uma pacata vila de pescadores e teve seu momento de glória devido a sua rede portuária e por ser a cidade dos Beatles. Liverpool se tornou Patrimônio da Humanidade pela UNESCO por sua importância histórica. O turismo em Liverpool é dividido em três zonas, primeira a portuária próxima ao porto e onde está o Liver Building. Segunda onde está Mathews Street para os apaixonados pelos Beatles e por último o centro da cidade onde está o comércio local.

Leeds

Localizada ao norte da Inglaterra e bem diferente das outras cidades do interior. Leeds é um destino moderno e bem desenvolvido. Possui uma vida noturna bem agitada e ao centro várias opções de bares e restaurantes.

Cambridge

Um destino famoso devido a Universidade de Cambridge e pelas bicicletas. Cambridge está a oitenta quilômetros de Londres e é uma cidade rica em cultura, história e paisagens encantadoras.

Oxford

A cidade mantém os ares de um lugar pacata e que ainda conserva as tradições. Por isso recebe muitos turistas que vão em busca de tranquilidade e do verdadeiro dia a dia dos ingleses. Caminhar pela cidade é uma verdadeira aula de história. Oxford abriga uma das mais conceituadas e respeitadas Universidades do país e lá foram gravadas cenas do filme Harry Potter.

Chester

É um excelente destino para compras e um dos lugares mais visitados na Inglaterra. A marca registrada da cidade são os prédios em estilo normandos e a muralha construída ao redor para proteger os cidadãos. São 3.2 quilômetros de muralha preservada e que foi tombada Patrimônio histórico.

Dover

Essa cidade está localizada a sudeste da Inglaterra e é perfeita para observar o mar, as montanhas de calcário e fazer um passeio de balsa. Dover é o maior porto do canal da Mancha e está a 1h30 de viagem ou 84 quilômetros de balsa da cidade francesa Calais.

Nottingham

É considerada a cidade de Robbin Hood, o homem que roubava dos ricos para dar aos pobres. O lugar ainda possui ares de mistério e um mundo secreto. São 500 cavernas que datam da Idade das Trevas.

Curiosidade

  • O Reino Unido é formado por Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda sendo que a Grã-Bretanha é composta por Inglaterra, Escócia e País de Gales.
  • Os ingleses normalmente tomam água da torneira uma vez que a água é muito bem tratada. Aliás você pode chegar em um restaurante e pedir “tap water” água da torneira que irão te servir.
  • Não existe lixeira nos banheiros da Inglaterra, o papel higiênico vai dentro do vaso sanitário mesmo e o encanamento já é preparado para isso.
  • Existe um interruptor nas tomadas que facilitam sua vida para que você não tenha que tirar e colocar aparelhos da tomada. Basta ligar ou desligar o interruptor.
  • Para evitar problemas com os embriagados e esquecidinhos, os pubs cobram sua bebida primeiro e depois te servem.

Dica

  • A língua oficial é o inglês.
  • A moeda oficial é a libra esterlina sendo que £1 libra equivale a R$4,11.
  • Não é necessário visto para entrar no país apenas passaporte válido.
  • O fuso horário do Reino Unido é de quatro horas a frente de Brasília.
  • Não deixe de adquirir o cartão Oystercard do transporte público para oferece descontos em metro e ônibus. Você compra o cartão para um dia, uma semana, um mês (conforme a sua necessidade) para metro, ônibus ou metrô e ônibus. Como a malha metroviária de Londres é dividida por zonas, você precisa escolher quais as regiões preferem comprar. Recomendamos sempre zona 1 e 2 onde estão as principais atrações.
  • Tenha sempre em mãos o mapa da cidade e do metro.
  • Procure sempre ficar do lado direito nas escadas rolantes deixando o lado esquerdo livre para quem estiver com pressa. Na Inglaterra essa regra é levada bem a sério.

Crédito das fotos: divulgação

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here