Londres

Em primeiro lugar é preciso dizer que não importa se você está visitando Londres pela primeira ou vigésima vez. Assim que o viajante pisa em território londrino, ele irá procurar pelas imagens clássicas da cidade. O ônibus vermelho, a antiga cabine telefônica e os estilosos táxis pretos. Entretanto Londres deixou de ser uma cidade de antigas tradições e atualmente é um destino dinâmico e divertido que mistura tradição com maluquices. Museus maravilhosos com pubs movimentados e lojas de grifes. Ao mesmo tempo ainda acerta o relógio ouvindo o Big Ben.

Leia mais sobre dicas de viagem – Inglaterra

Por outro lado a gastronomia nunca foi o forte da Inglaterra, simbolizada sempre por fish and chips. Todavia com as novos chefs celebridades, essa imagem vem trazendo novos ares a cidade.

Além disso Londres é a capital da Inglaterra e do Reino Unido. Um lugar que não faltam cartões postais famosos e super interessantes. Uma vez que o visitante está na capital inglesa, terá dias bastante intensos. Como a maioria dos pontos turísticos estão no centro da cidade (zona 1 e 2), o turista poderá caminhar tranquilamente de um ponto ao outro. Certamente como toda cidade cosmopolita, Londres reúne pessoas do mundo todo. Não deixe de explorar cada cantinho desse destino cheio de energia e multifacetado.

Como chegar em Londres

Há voos direto do Brasil para Londres que são operados principalmente pelas companhias LATAM e British Airways. Contudo empresas como a TAP, Iberia, Avianca e Turkish Airlines também fazem o trajeto com conexão em algum cidade da Europa. A maioria dos desembarques ocorrem no aeroporto de Heathrow porém esse fica a 24 quilômetros de distância do centro da cidade. Portanto do aeroporto para o centro de Londres há duas opções de transporte. A mais rápida porém mais cara é o trem, Heathrow Express. O trem faz o trajeto em 15 minutos até a estação de Paddington e custa em média £32. A outra opção seria o metro ou tube onde a jornada dura cerca de 1 hora porém custa em média £5. Veja nossas dicas

Além disso há outros aeroportos próximos a Londres que recebem voos internacionais vindo de cidades da Europa. São eles Gatwick, Stansted, Luton e City. Nesse caso todos são bem conectados ao centro através de transporte público. O aeroporto Gatwick (segundo maior) leva 30 minutos de trem e 1 hora de ônibus até o centro. Como se não bastasse outra maneira de chegar até Londres é através de trem Eurostar ou Eurolines que ligam a cidade a várias partes da Europa.

Quando ir

Londres é uma cidade muito conhecida por seu tempo instável e chuvoso. Contudo pode acreditar, você pode visita-la em qualquer época do ano. Basta o viajante entrar no clima da cidade e começar a pensar como os londrinos. Não deixe de fazer nada por conta do tempo, apenas se adeque. Além do que o preço dos serviços podem variar bastante durante o ano.

Por outro lado como na maioria das cidades da Europa, em Londres as estações do ano são bem definidas. Durante verão, entre os meses de junho a agosto, os dias ficam mais longos, a temperatura sobe e a cidade fica cheia de turistas e eventos. Embora seja a época que mais atrai os turistas, alta temporada, os preços dos serviços ficam bem mais elevados.

Além disso o outono, entre os meses de setembro a novembro, e a primavera, entre os meses de março a maio, a temperatura cai assim como os preços dos serviços. O viajante pega a cidade mais calma e as temperaturas mais agradáveis. Por fim no inverno, entre os meses de dezembro a fevereiro, os dias são curtos, frios e bem chuvosos. Além do mais é considerado baixa temporada e os preços são bem mais atrativos. Entretanto evite o período do Natal e Ano Novo que são muito procurados por turistas.

Como circular

Mapa do metro de Londres
Mapa do metro de Londres

Sem dúvida Londres possui uma das melhores redes de transporte público do mundo. Os ônibus, metro e até mesmo o trem formam a malha do transporte londrino que liga uma ponta da cidade a outra. Portanto o viajante jamais estará longe de uma estação de metro. Além disso para facilitar a vida no turista, adquira o cartão Oystercard. Este oferece desconto nos transportes e facilita o trajeto. As estações de metro disponibilizam mapa de metro e roteiro das principais linhas de ônibus. Veja nossas dicas

Por outro lado os táxis ou black cabs, são uma outra opção de transporte em Londres. O turista pode ligar ou pega-los em áreas designadas. Embora o trânsito seja um tanto quanto imprevisível, é uma boa opção quando se está com quatro pessoas ou mais.

Onde se hospedar

Mapa da cidade de Londres
Mapa da cidade de Londres

Londres é um lugar dinâmico e bipolar. Uma cidade que já foi considerada a mais importante do mundo. Mesmo assim durante muitos anos não havia muita oferta de hotéis na cidade. Por um lado havia hotéis extremamente caros e luxuosos, por outro serviços simples como bed and breakfast. Tudo que estava no meio termo eram serviços apenas aceitáveis.

Contudo esse cenário vem mudando consideravelmente uma vez que é uma das cidades que mais recebe turistas no mundo. Com a chegada de novas redes hoteleiras, alguns de bandeiras internacionais. A concorrência aumentou assim como a demanda por hotéis mais modernos e serviços, incluindo adaptações para crianças e hóspedes com deficiência física.

Sobretudo é uma das estadias mais caras da Europa. Portanto a dica é começar a procurar com bastante antecedência. Lembre-se que no verão a cidade recebe bastante turistas e os preços estão ainda mais elevados. Por isso procure se hospedar perto de alguma estação de metro/ônibus/trem para facilitar sua locomoção.

O que fazer

Clique aqui para ver dicas do que fazer em Londres

Dicas

  • A língua oficial é o inglês britânico.
  • Embora a moeda oficial da Europa seja o Euro, em Londres a moeda é a libra esterlina.
  • Não é necessário visto de turismo para entrar no Reino Unido. Contudo é preciso apresentar alguns documentos como passagem de volta, reserva do hotel/carro, passaporte válido e passar por um pequena entrevista.
  • Se optar por usar o metro saindo do aeroporto sentido centro. Lembre-se do horário de pico e evite os horários entre (6h/8h30 e 16h45/19h30) uma vez que os vagões ficam muito cheios.
  • Permaneça sempre do lado direito nas escadas rolantes. O lado esquerdo deve ser livre para quem estiver com pressa.
  • Uma vez que você irá usar o transporte público, aproveite para comprar o cartão Oystercard que dá descontos nos serviços. É necessário pagar uma taxa de £5 quando você adquire o cartão mas essa taxa é reembolsável.
  • Normalmente o preço final dos serviços já incluem impostos e taxas de serviços. Portanto não há necessidade de deixar gorjeta.
  • Certamente Londres não é uma cidade barata. Contudo se sua intenção é conhecer vários lugares a melhor forma de economizar é adquirindo o London Pass. Com ele o turista economiza e tem acesso rápido a maioria das atrações. Além disso são mais de 60 atrações inclusas e diversas passeios. Para maiores informações clique aqui
  • Como se não bastasse o turista ainda pode adquirir o London Pass juntamente com o Oystercard e não terá que se preocupar com absolutamente nada. Para maiores informações clique aqui

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here