Lyon

Em primeiro lugar é importante lembrar que Lyon era conhecida como Lugdunum, capital da Gália durante o império Romano. Devido a sua importância no século 18, se tornou um importante centro comercial especializado em seda. Atualmente é a capital mundial do tecido. Por isso há tanta presença de antigos ateliês e grifes de sucesso no centro da cidade. Lyon possui mais de dois mil anos de história.

Dicas de viagem – Mônaco

Dicas de viagem – Marselha

Considerada a terceira maior cidade da França, Lyon não vive só do passado. Em seu complexo urbano há espaço tanto para antigos prédios medievais, no centro antigo como também é um dos maiores e mais ativos polos econômicos do país. Ao mesmo tempo Lyon é considerado o principal centro gastronômico francês já que possui um dos restaurantes mais importantes do mundo. O L’Auberge du Pont de Collonges, com três estrelas Michelin do chef-celebridade Paul Bocuse.

Como chegar a Lyon

Se você está vindo do Brasil, saiba que não há voos direto para Lyon. É preciso fazer ao menos uma parada em alguma cidade da Europa e dai seguir viagem até seu destino. O aeroporto de Lyon é Saint-Exupéry. Além disso a cidade é muito bem servida pela SNCF e TGV. Sem dúvida essa cidade é uma importante porta de entrada para o sudeste francês. Além do que possui excelentes rodovias que a conectam com o Mediterrâneo.

Quando ir

Certamente a melhor época do ano para visitar Lyon é durante o verão, entre os meses de junho a agosto. Entretanto esse período é considerado alta temporada. Os preços dos serviços  turísticos e hospedagem ficam bem mais altos. Além disso a cidade fica cheia de turista. Durante o inverno as temperaturas caem e o frio pode dificultar os passeios pela cidade. Já os meses de abril e maio, setembro e outubro, é baixa temporada. As temperaturas são mais amenas, os preços melhores e a cidade mais vazia. Lyon também serve como um trampolim para o viajante que esta a caminho dos Alpes ou do Mediterrâneo.

Onde ficar

  1. Vieux Lyon é o centro histórico da cidade mas também um bairro cheio de ruas e construções antigas. Além do charme das construções, a localização permite que o turista faça tudo a pé. Além disso o bairro é cheio de bares e restaurantes, também onde estão os principais pontos turísticos. Sem falar que caminhar pelo bairro já é um excelente passeio. Portanto é a melhor região da cidade para se hospedar.
  2. Croix-Rousse é a parte mais moderna da cidade mas que ainda preserva muito do estilo do século 19. Apesar disso é um bairro charmoso, boêmio, cheio de escadarias e casinhas coloridas. Além do que possui hospedagens aconchegantes e um ambiente bem tranquilo. Uma vez que o viajante se hospeda na região, o ônibus será seu principal meio de transporte.
  3. La Presqu’île fica logo depois do Rio Rhône, saindo do centro histórico. Esse bairro é super encantador e com ares alegres. Ao mesmo tempo com construções elegantes, ruas grandes e bastante transporte público ao seu redor.
  4. Part-dieu é a região de Lyon onde fica um enorme centro comercial conhecido como shoppiing de Lyon. Visto que a estação de trem está próximo, é um bom bairro para viagens mais rápidas e de trem, para quem não for ficar tanto tempo na cidade. por estar mais afastado dos principais pontos turísticos, logo possui preços mais acessíveis.

O que fazer

Vieux Lyon

É uma bairro medieval e renascentista. Perto do rio Saona e ao início da colina Fourvière. Além disso é o centro turístico e o centro de Lyon. Por manter suas características medievais, é comparada a Veneza. É no bairro velho que se encontram os principais pontos turísticos.

Parque la Tête d’Or

Considerado o maior parque urbano da França, o parque la Tête d’Or fica em Lyon. Com mais de 117 hectares de área natural, é dos passeio imperdíveis na cidade. Além disso os maiores frequentadores são famílias, amigos e esportistas. O parque ainda conta com um zoológico gratuito e uma grande variedade de fauna e flora.

La Croix-Rousse

É uma colina e bairro de Lyon, próximo a encostas e planalto. Em português o nome La Croix-Rousse significa Cruz Avermelhada, que recebeu esse nome devido a uma cruz que se ergueu no século XVI. Como se não bastasse, essa colina foi um importante ponto industrial de seda e ficou conhecida como morro que trabalha em oposição à Colina de Fourvière que ficou conhecida como moro que reza. Enfim, esse é um passeio que não pode ficar de fora da sua lista.

Cathedral de Lyon

Um dos pontos mais importantes da cidade. Catedral de Lyon é também conhecida como Catedral Saint-Jean, o bispo de Lyon. Foi palco de inúmeros eventos importantes da cidade e no país, como o casamento de Enrique IV e Maria de Médici. Sem dúvida uma o relógio astronômico da catedral é uma das coisas mais interessantes do lugar. Ele marca a posição da lua, da Terra e do sol, a data e as estrelas.

Théâtre Antique

Junto a colina de Fourvière fica o antigo e magnífico teatro romano. Antigamente servia como teatro, mas hoje em dia é um lugar arqueológico e de turismo, totalmente aberto e no meio da cidade. O Théâtre Antique possui 108 m de diâmetro e espaço para 10000 pessoas.

Institut Lumière

Um passeio incrível de se fazer mas principalmente para os amantes de cinema. A instituição acadêmica foi criada em 1982 pelo neto de Louis Lumière, presidente da associação dos famosos irmãos Lumière. Além disso o lugar possui um museu, um centro de projeção e edição. Além do mais o bairro escolhido para o instituto foi Monsplaisir, região na qual os irmãos Lumière criaram o cinematógrafo.

Musée des Beaux-Arts

Sem dúvida é o principal museu da cidade e um dos mais importantes da França. Este é o museu de belas artes de Lyon na qual estão abrigadas importantes coleções de pinturas, esculturas, antiguidades, objetos de arte, moedas e desenhos. Localizado no antigo Palácio de São Pedro e por isso algumas partes do museu foram preservadas com a decoração antiga.

Basílica de Notre Dame

Anteriormente a Basílica de Notre Dame era uma pequena igreja em honra a Virgem Maria mas hoje em dia é marca dos valores cristãos sobre os socialistas da comuna de Lyon. É um lugar incrível e cheio de detalhes. Desde o alto, com acesso através de uma funicular, a vista é de tirar o fôlego.

Le Mur des Canuts

É o muro mais interessante e famoso de Lyon. Além disso é o maior da Europa e símbolo histórico de Lyon. O muro foi pintado em 1987 representado a vida dos canuts, que eram operários que teciam a seda. Além disso o muro possui 1200 m2 de pinturas a céu aberto. Hoje em dia há vários outros muros pintados pela cidade porém Le mur des Canuts é o mais emblemático.

Les Halles

Les Halles é um mercado coberto de alto nível devido a qualidade dos produtos vendidos. Sem falar que são produtos típicos da culinária de Lyon. Além disso há várias opções de restaurantes, ideal para almoçar e conhecer mais da gastronomia da cidade.

Museus

Paralelamente as dicas mencionadas acima, Lyon é uma excelente cidade para explorar os mais diversos museus. Por exemplo o Museum of Fine Arts of Lyon que tem como foco a arte ao longo dos anos ou o Musée des Confluences voltado para a história natural. Além disso tem o Museu de Texturas, com artes decorativas, e o Museu de Arte Contemporânea.

Crédito das fotos: divulgação

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here