Pantanal - Mato Grosso do Sul
Crédito da foto: pintherest.eu

Primeiramente a região central do Brasil reúne belezas naturais incríveis que impressiona brasileiros e estrangeiros. No Mato Grosso do Sul há diversas regiões turísticas para curtir o estado. Além disso a cidade de Bonito e a região do Pantanal são os pontos mais conhecidos. Então bastasse que o Mato Grosso do Sul tivesse uma capital que recebesse bem os turistas para que o estado se tornasse um dos melhores em turismo ecológico. Campo Grande é uma cidade planejada, muito bem organizada, cheia de atrações incríveis e infraestrutura turística.

Dicas de viagem – Bonito
Dicas de viagem – Nobres

Por outro lado o Mato Grosso do Sul faz divisa com Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, São Paulo, Paraná. Assim como Paraguai e Bolívia. O estado é polo agropecuário do país sendo que as fazendas produtivas fazem parte do cenário. Além disso o clima tropical reserva um verão com chuvas rápidas e um inverno com tempo seco. Como se não bastasse no segundo trimestre de 2018 foram mais de 190 mil passageiros desembarcando no Aeroporto Internacional de Campo Grande.

7 razões para conhecer o Mato Grosso do Sul

1- Capital Campo Grande

Em primeiro lugar Campo Grande é considerada uma das cidades mais arborizadas do país e se tornou reduto histórico brasileiro. Isso porque foi fundada por mineiros que vieram em busca das águas cristalinas e campos de pastagens. Apesar de ruas largas e arborizadas, não perdeu o jeito de cidade do interior. Além disso a cidade é porta de entrada para grandes atrações como Pantanal Sul, Serra da Bodoquena e o Parque Nacional das Emas (em Goiás). Conhecida também como cidade morena devido a cor da sua terra. Outro ponto interessante são as marcar deixadas por imigrantes paraguaios, bolivianos e japoneses. Por fim vale lembrar que a cidade marca uma hora a menos com relação a Brasília.

Campo Grande - Mato Grossoo do Sul
Campo Grande

2- Bonito

Sem dúvida Bonito é a cidade que mais atrai turistas no Mato Grosso do Sul. Do mesmo modo é um dos destinos brasileiros mais cobiçados e encantadores. Localizado em uma região conhecida como Serra da Bodoquena, o ecoturismo e o turismo de aventura são o carro chefe dessa região. Além disso com mais de 40 atrativos de Ecoturismo, a município recebeu em 2013 o prêmio de melhor destino de turismo sustentável. São tantas atrações para conhecer que o viajante para precisar de alguns dias para explorar toda a região. Portanto os destaques são Rio Sucuri, a Lagoa Misteriosa, a Gruta do Lago Azul, o passeio de bote e rios de águas cristalinas repletos de cardumes de peixes coloridos.

Por outro lado os visitantes podem apreciar um pouco mais da cultura local através das lojinhas de artesanato. Por fim conhecer sobre os diversos tipos de peixes visitando o aquário e ainda aproveitar para fazer uma degustação nos bares e restaurantes.

3- Corumbá e Pantanal

Primeiramente Corumbá é um dos principais destinos turísticos do Mato Grosso do Sul. Localizado a 430 quilômetros de Campo Grande, o destino é ideal para observadores e fotógrafos da natureza. Isso porque o local abriga 230 espécies de peixes, 650 espécies de aves, 80 espécies de mamíferos e 50 de répteis. Além disso a cidade é uma das mais antigas do estado e muito rica em história. Portanto não deixe de conhecer Forte Junqueira e Forte Coimbra, Porto Geral com seus monumentos, casarios antigos, museus e o Mirante São Felipe com uma vista incrível da cidade, do Rio Paraguai e do Pantanal.

Como se não bastasse Corumbá é porta de entrada para o Pantanal. A maior planície inundável do planeta é um lugar com estações bem definidas. Além disso é uma dos lugares mais ricos em vida selvagem no Brasil. Por isso uma vez que você visita o Pantanal é preciso viver cada experiência. Esqueça o medo e curta um safári para observação de animais, cavalgar pelas planícies, ver o pôr do sol, caminhar pela floresta, passeios de barco. Como se não bastasse a região do Pantanal cobre uma área de aproximadamente 250 mil quilômetros e está divido entre os estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

4- Ponta Porã

Em primeiro lugar para o turista que gosta de fazer compras, Ponta Porã é o destino certo. A cidade oferece diversas opções de compras uma vez que está na fronteira com o Paraguai. Localizada a 346 quilômetros da capital, esse destino possui atrativos com riachos e queda d’água. Além disso conta ainda com o Museu da Erva Mate que conta a história da erva na região. Como se não bastasse perto da fronteira com Ponta Porã mas já no Paraguai, há o Parque Nacional Cerro Corá. O local foi cenário da guerra e conta a história de sul-mato-grossenses e paraguaios.

Ponta Porã - Mato Grosso do Sul
Entrada da cidade

5- Rio Verde de Mato Grosso

Como se não bastasse outra opção de turismo ecológico no Mato Grosso do Sul é a cidade de Rio Verde de Mato Grosso. Localizada a 204 quilômetros da capital é um dos principais polos turísticos da região. Sendo assim conta com excelente infraestrutura e várias atrações. Além disso os principais passeios são os balneários com rios, cachoeiras, grutas sítios arqueológicos, trilhas, cavalgadas, passeios de barco e pesca esportiva.

Rio Verde de Mato Grosso - Mato Grosso do Sul
Rio Verde de Mato Grosso

6- Costa Rica

Embora esteja localizada a 384 quilômetros de Campo Grande, a cidade de Costa Rica é muito procurada por turista em busca de turismo de aventura. Isso porque esse destino é muito conhecido pelos parques naturais que oferecem cenários de tirar o fôlego e várias atividades de aventura. Além disso no Parque Nacional das Emas é possível praticar bóia-cross, andar de bike, fazer caminhadas e safáris. Já o Parque Natural Municipal Salto do Sucuriú tem uma das maiores tirolesas do estado. Sem falar que é muito procurada para a prática de rapel, arvorismo e trilhas. Por fim a pequena lagoa de Água Santa do Paraíso onde os banhista não conseguem afundar devido a uma forte ressurgência.

Costa Rica - Mato Grosso do Sul
Costa Rica – Parque natural Municipal Salto do Sucuriú

7- Alcinópolis

Apesar de pouco conhecida, a cidade de Alcinópolis oferece uma passeio bem diferente. Localizada a 387 quilômetros da capital, esse destino possui sítios arqueológicos com milhares de anos. Além disso os principais passeios são o Sítio Arqueológico Serra do Barro Branco, Gruta do Pitoco e o Templo dos Pilares. Sem falar que a vista de cima dos morros e as paisagens naturais são sensacionais.

Crédito das fotos: divulgação

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Solve : *
18 − 14 =