San Blas
San Blas

O Panamá é um pequeno país que surgiu a milhões de anos unindo dois continentes em um só e dividindo os oceanos. É o país mais meridional da América Central e está entre oceano Pacífico e Atlântico. Com uma população de aproximadamente três milhões e meio formada por índios e europeus, faz divisa com a Colômbia e a Costa Rica.

São oitenta quilômetros de terra de um litoral ao outro. Os espanhóis mantiveram controle até o século 19 quando o Panamá se libertou e passou a integrar a Colômbia. Depois disso os americanos minaram a relação com a Colômbia de olho no canal do Panamá. O canal foi inaugurado em 1914 sob o domínio dos Estados Unidos e só em 1999 passou a ter soberania do Panamá.

Hoje o Panamá vive um dos seus melhores momentos econômicos, mas ainda sofre grande influência norte americana. Somente nos anos 2000 o Brasil passou a ter voo direto para a Cidade do Panamá. Nós descobrimos esse país que vai muito além do Canal do Panamá e da zona livre de comércio.

Como chegar ao Panamá

A companhia Copa Airlines oferece voos direto do Brasil até a capital Cidade do Panamá. Os voos saem de São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Campinas, Belo Horizonte, Recife, Porto Alegre e Manaus. São de seis a sete horas de viagem (quatro horas saindo de Manaus). A empresa Avianca seria uma outra opção uma vez que opera saindo de São Paulo com uma rápida conexão em Bogotá.

Quando ir

O Panamá é uma país tropical e com temperaturas altas, na média de 30ºC anual. Em contrapartida chove muito por lá e a melhor época para se visitar é no período de seca, de dezembro a abril. Pode até ser que chove nessa época, mas as chances são menores.

O que fazer

Cidade do Panamá

Essa cidade vai muito mais além do que o famoso canal e o chapéu. Capital do Panamá, a cidade é muito bem arborizada e com ruas largas ao mesmo tempo contemporânea e histórica. Basta uma volta pelo centro para perceber o calor intenso, uma cidade viva e cheia de arranha-céus. Apesar das transformações, esse destino convive muito bem com a passado, a arquitetura colonial espanhola, as ruas antigas e os pontos turísticos.

A Cidade do Panamá vem se destacando pela variedade de restaurantes e bares das mais distintas nacionalidades. Sem falar que é o destino certo para compras e por isso chamada de “Nova Miami”. Não deixe de conhecer o ponto turístico mais famoso do país, o Canal do Panamá que é considerado uma obra de engenharia. Os bairros Panamá Viejo e Casco Antiguo te apresentam a história da cidade. Mas se você prefere praia, vá a Amador Causeway e Cinta Costeira que é excelente para passeios ao ar livre. Se você procura bares e balada, Calle Uruguay e Casco Antiguo são as melhores regiões. Há um casino em El Cangrejo.

A cidade não tem tantas opções de passeios mas recomendamos o ônibus Hop on Hop off que passa por vários pontos turísticos e funciona como guia pela cidade. Outra ideia é alugar uma bicicleta ou quadríciclo e pedalar pelo Amador Causeway que tem uma bela vista dos arranha céus. Por último, há um passeio de barco até a tranquila Ilha Taboga onde você pode curtir o mar e ficar longe da agitação da capital.

San Blas

Uma ilha caribenha muito confundida com o paraíso. Um cenário tão surreal que fica difícil de acreditar. Mar azul turquesa, coqueiros e palmeiras, cabanas com varandas transformam tudo isso em felicidade. Localizado na costa atlântica do Panamá são mais de 360 ilhas onde menos de 50 são habitadas, esse arquipélago é muito pouco conhecido pelos brasileiros. Um destino exótico com paisagens deslumbrantes e que irá lhe proporcionar experiências marcantes. San Blas merece uma matéria somente esse arquipélago.

Bocas del Toro

Um lugar para se encantar logo de cara onde as casas coloridas são construídas em palafitas sobre o mar. O tempo é quase sempre nublado mas basta o sol aparecer para você descobrir toda a beleza da ilha. Localizado na fronteira com a Costa Rica é um dos arquipélagos panamenhos mais famosos e voltado para o oceano Atlântico. Bocas del Toro é destino para quem procura roteiro exótico e pouco explorado, porém com boa infraestrutura.

Passeando pelo centro de Bocas você logo percebe que esse destino não se trata apenas de sol e mar. Em clima descontraído e animado a ilha oferece boa gastronomia e vida noturna agitada. Esse destino também é muito procurado por surfistas e amantes do mar. Um lugar perfeito para a pratica de esportes aquáticos que vão desde mergulho, snorkeling, surf e kitesurf. Como o centro da cidade não há praias, você vai precisar contratar um tour que dura em média seis horas. Não deixe de conhecer as outras ilhas, o jardim Botânico Finca Los Monos, as fazendas de chocolate ou se precisar de mais adrenalina, há o Bastimentos Sky Zipline Canopy Tour centro de aventura.

Isla Contadora

Localizado a oitenta quilômetros da Cidade do Panamá, esse arquipélago é muito pouco conhecido pelos brasileiros, porém é destino certo de multimilionários e viajantes que vão em busca de tranquilidade. Las Perlas possui mais de duzentas ilhas, porém a mais famosa é Ilha Contadora. Essa é a quinta maior ilha do arquipélago, mas a que possui melhor infraestrutura turística. Um destino charmoso cercado de casas incríveis e sem grandes obrigações. Sua única preocupação é um mar transparente e colorido.

Não deixe de curtir as doze praias locais, mergulhar, pescar, observar golfinhos, baleias, curtir o visual incrível da ilha e até mesmo fazer um passeio de barco até as outras ilhas. Isla Contadora tem capacidade limitada para receber turistas e por isso você vai ter a sensação de que esse lugar foi feito para você. É um dos mais belos destinos do Panamá.

Dicas

  • A moeda oficial é o Balboa (PAB) mas o dinheiro que circula é o dólar americano. Nem existem notas de Balboa, apenas moedas.
  • A língua oficial é o espanhol mas há tantos estrangeiros no país que você acaba ouvindo um pouco de tudo, principalmente inglês. Em San Blas a língua oficial é o Kuna e poucas pessoas falam inglês.
  • O fuso horário do país é de duas horas a menos que Brasília.
  • Por ser um país bem quente, o ideal é levar roupas leves, chapéu, óculos escuro e protetor solar, mas não esqueça um casaco na hora de entrar em restaurantes, shoppings e hotéis. O ar condicionado está sempre ligado e é bem gelado.
  • Não é necessário visto para entrar no país apenas passaporte válido com até três meses de validade da data de entrada.
  • Não é obrigatório, mas altamente recomendável tomar a vacina contra febre amarela ao menos dez dias antes da viagem. O comprovante internacional pode ser obtido através da ANVISA e o oficial de imigração pode pedir.
  • Os táxis no Panamá não são como no Brasil, eles funcionam como transporte coletivo e você provavelmente vai dividir a corrida com gente que nunca viu. Nossa dica é, antes de entrar no carro pergunte ao motorista quanto vai custar o percurso pois eles podem aproveitar da falta de informação para cobrar bem mais caro. Negocie sempre, pechinchar faz parte do negócio. Outra dica é entrar em um carro na qual já tenha um passageiro (o motorista ficará mais intimidado a tentar te passar para trás). Sempre fale o endereço completo de onde está indo e se possível saiba um ponto de referência ou bairro, mesmo assim o motorista pode recusar a viagem (isso acontece muito).

Crédito das fotos: Divulgação

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here