Tailândia

A Tailândia é um dos países que mais me fascinaram desde que me entendo por gente. As paisagens e belezas naturais do país são de tirar o fôlego. O segredo para o sucesso desse lugar campeão de turismo na Ásia está na combinação perfeita de exotismo, religiosidade e cultura.

Um país de aproximadamente 68 milhões de habitantes e com um fuso dez horas a frente do Brasil. A Tailândia possui uma culinária a base de arroz e macarrão. O país combina todos os tipos de sabores em um mesmo prato com maestria. Ao norte com influências chinesas e ao sul com componentes malaios e indonésios.

A Tailândia é um país essencialmente budista, 94% da população sendo o restante 5% muçulmano e 1% cristão. A religião budista é um grande atrativo turístico do país. Outra grande atração são as famosas massagens.

Leia mais sobre outros destinos de viagens

Como chegar a Tailândia

Não há voo direto do Brasil para a Tailândia. É preciso fazer conexão em outro país para então seguir até o seu destino. Algumas das companhias que operam o trajeto são Emirates, British Airways, Air France e Swiss. Uma vez que você já está na Ásia, há diversas companhias que operam os trechos até a Tailândia como Thai Airway, AirAsia, Cathay e Air China. O principal aeroporto da Tailândia é o Internacional de Bangkok. Porém há outros aeroportos internacionais ao norte e sul do país. Por terra você tem acesso ao país a partir do Laos, Camboja, Malásia e Mianmar sendo este último com um controle muito rígido.

Como circular

As estradas na Tailândia são bem precárias e cheias de motoristas imprudentes. O transporte público também não é dos melhores. É através dos ônibus que você poderá chegar às montanhas no norte ou as praias no sul do país. Outra opção seria os trens que são conhecidos pelas longas viagens e por seus atrasos. Os vagões são divididos em três categorias. A primeira classe que normalmente possui cabine, segunda classe onde nem todas possuem ar condicionado e terceira classe com bancos de madeira e zero conforto.

A melhor maneira de circular pelo país seria através de carros ou motos alugados que te levara a lugares remotos e te poupará tempo. Outra opção é o avião com conexões rápidas e tarifas acessíveis.

Quando ir

Em média o clima do país fica em torno de 15° e 35° durante o ano. A melhor época para visitar a Tailândia é fora do período de chuva. Entre os meses de abril a outubro na costa oeste e entre os meses de setembro a dezembro na costa leste. Evite o período de monções que pode acabar com sua viagem uma vez que há fortes chuvas, inundações e ciclones tropicais. A melhor época para visitar a Tailândia é no período mais seco, entre os meses de novembro a março.

O que fazer

Bangkok

É a capital da Tailândia. Uma cidade incrível de passear, observar as pessoas e costumes. Há diversos templos para visitar, monumentos, mercados e a vida noturna na cidade não fica para trás. Não deixe de conhecer Grand Palace, Wat Pho (templo do Buda deitado), Chatuchaak (mercado de fim de semana), Khao San Road (rua turística e cheia de balada à noite) e o famoso mercado flutuante.

Parque Nacional Khao Yai

Segundo maior parque do país. Perfeito para quem busca um pouco mais de sossego. Há mais de 300 espécies de pássaros. É ideal para curtir a natureza e deixar o agito de lado.

Krabi e Phuket

Duas regiões que ficam bem ao sul Tailândia. É ponto de partida para várias ilhas da península. Além disso possuem vários mercados e portos bem atrativos com uma deliciosa comida de rua tailandesa. Krabi e Phuket são basicamente passagem para você chegar até as ilhas.

Ilhas Phi Phi

Um dos destinos mais populares da Tailândia. A ilha ficou famosa depois da gravação do filme “A Praia” com Leonardo di Caprio e não é para menos, as paisagens são deslumbrantes.

Ilha Koh Lanta

A Ilha de Koh Lanta também possui paisagens lindíssimas e normalmente é procurada por quem busca mais tranquilidade

Chiang Mai

É a segunda maior cidade do país e considerada capital cultural. Fica a 800 quilômetros de Bangkok e tem paisagens maravilhosas. É um lugar na qual você pode assistir a uma luta de Muay Thay, conhecer museus, templos, fazer uma massagem e passear pela selva. Possui mais de 300 templos.

Koh Tao

Do lado direito, é a menor ilha do trio formado por Samui, Pha Hgan e Tao. As principais atrações são o mergulho e snorkeling. O lugar é paraíso para essa prática de esporte.

Railay Beach

Esse é um dos lugares mais bonitos da Tailândia. Perfeito para turismo de aventura e paraíso da escalada com paredões rochosos por todos os lados.

Ko Pha Ngan

Uma ilha do sudeste asiático que ganhou fama devido às festas do Full Moon Party. A festa ocorre todos os meses na lua cheia. Mais ao norte da ilha o ambiente é mais tranquilo e você pode aproveitar as praias de areia branca e água cristalina.

Os golpes mais comuns

  1. É muito comum você estar caminhando em direção a uma atração turística quando um cara de terno (e muitas vezes com uma credencial falsa) te aborda e diz que a atração está fechada. Ele vai tentar te vender qualquer outra atração por “um preço camarada” e você vai perder tempo e dinheiro.
  2. Não é permito que turistas dirijam na Tailândia. Se mesmo assim você insistir, cuidado na hora alugar um carro/moto. Os lugares podem exigir que você deixe o passaporte como garantia e assim você nunca mais terá notícia do seu documento.
  3. Os tuk-tuk são ótimas opções para circular pelas cidades. Em alguns casos eles podem parar entre uma atração e outra e começar a oferecer joias bem “baratinhas”. Na maioria das vezes são apenas vidros.
  4. Fique de olho nos lugares onde os preços não estão à vista do cliente. Em alguns casos os preços para estrangeiros podem ser 10x mais altos do que para os locais.
  5. Perto do Palácio Real de Bangkok há diversos pombos e vários saquinhos de comida soltos. Se você pegar um desses saquinhos, vai aparecer alguém exigindo que pague um preço alto por ele. Se você recusar, a coisa pode ficar agressiva.
  6. Policiais falsos podem te acusar de um crime que você não cometeu. Se você protestar, o valor da multa pode diminuir (oficiais de verdade não alteram os valores). Neste caso, peça para ser levada a delegacia.
  7. O mercado flutuante de Bangkok é uma das trações mais famosas do país. Porém esse atração não fica na capital e sim em uma cidade vizinha. Tome cuidado na hora de contratar um transfer. Eles podem te levar para um lugar bem mais distante e depois cobrar uma fortuna para te trazer de volta. Recomendamos que contrate os serviços no seu hotel.

Dicas

• Brasileiros não precisam de visto por até três meses para entrar na Tailândia basta passaporte válido.
• A vacina contra febre amarela é obrigatório. Você precisa se vacinar até dez dias antes da viagem. Lembre-se que é preciso um comprovante internacional (você consegue nos postos da ANVISA) e que você irá passar pelo controle de saúde antes da fiscalização.
• A língua oficial é o tailandês, mas grande parte da população fala inglês. Mesmo assim, anote o endereço do hotel na língua e alfabeto local antes de se aventurar pelas ruas na cidade.
• A moeda local é o Baht. A Tailândia é um país barato se comparado ao Brasil e você gasta menos que em Cingapura. Devido ao grande aumento do turismo, gastasse mais na Tailândia do que em países como Indonésia, Nepal, Índia e Malásia.
• As barracas de rua oferecem comidas bastante saborosas, porém nem sempre com uma higiene adequada. Muitas delas lavam os pratos e vegetais na água dos rios. Na dúvida, prefira os restaurantes indicados pelos hotéis que possui pratos deliciosos e um atendimento super atencioso.
• Não deixe de provar a cerveja Singha ou Chang, o chá verde, chá de jasmim e a água de coco. Os sucos de frutas naturais são bem interessantes.
• É um sinal de respeito que você tire as sandálias toda vez que for entrar em um templo, casas ou no seu quarto de hotel. Não se esqueça de cobrir os ombros e joelhos antes de entrar no templo. Jamais sente com os pés apontados para as estátuas.

Crédito das fotos: divulgação

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here