Tulum

Tulum é um destino paradisíaco que vem ganhando cada vez mais fama. Um sítio arqueológico correspondente a uma antiga cidade amuralhada maia. Localizada no sudeste do México, na costa do Mar do Caribe, em uma região conhecida como Riviera Maya. Esse lugar é uma pequena cidade com clima mais alternativo uma vez que ainda é muito pouco explorado.

Dicas de viagem – Playa del Carmen

Dicas de viagem – Cancún

Leia mais sobre outros destinos de viagem

Com uma areia branca e macia, mar caribenho verde esmeralda, sol escaldante durante todo o ano, é um dos destinos mais intrigantes do México. Os maias aproveitaram a localização estratégica desse lugar e construíram sua fortaleza. Hoje em dia, Tulum é o local com resquícios maias mais visitado em toda a Península Yucantán.

Como chegar a Tulum

Cancún tem aeroporto próprio e é o mais próximo de Tulum. O Aeroporto Internacional de Cancún é um dos mais movimentados da América Latina porém não há voos direto do Brasil para lá. Algumas companhias fazem o trajeto com conexões no meio do caminho como TAM via Cidade do México, Copa com conexão no Panamá, LAN conexão em Lima, Avianca via Bogotá e Aeroméxico via Cidade do México. Esses são os trajetos mais rápidos. Saindo do aeroporto a melhor maneira para se chegar a Tulum é através de táxi ou transfer.

Quando ir

Tulum é quente durante todo o ano, com temperaturas agradáveis entre 29ºC no verão a 24ºC no inverno. A alta temporada é considerado entre os meses de dezembro a fevereiro. Porém de março a abril ocorre o spring break, recesso que acontece em muitos países atraindo diversos jovens a Cancún e região. Essa época também é considerada alta temporada. Se você estiver procurando sossego, evite esse período. Caso contrário essa é a época certa.

A temporada de furacões ocorre do inicio de junho até final de novembro. Os meses que mais chove são setembro e outubro.

Como circular

Tulum é dividido em duas regiões: a orla da praia, também conhecida como zona hoteleira e a cidade que fica a poucos quilômetros de distância. Para quem não estiver de carro, a melhor opção para se deslocar é de bicicleta. Existem ciclovias e vários locais para alugar bicicleta. Algumas pousadas e hotéis oferecem gratuitamente ou alugam para os hóspedes. Outra alternativa seria de táxi, que não é muito caro, ou pedindo carona.

Para se locomover entre Cancún, Playa del Carmen, Tulum e as atrações que ficam nas proximidades você pode alugar um carro, pegar um ônibus, vans, contratar uma agências ou até mesmo táxi. Aluguel de carro seria interessante caso você tenha muitas atrações e passeios em seu roteiro. Os ônibus rodoviários ligam os principais terminais, Cancún, Playa del Carmem, Tulum, Puerto Morelos, Cobá, Valladolid, entre outras e não param no meio do caminho. As vans públicas são muito utilizadas pelos locais e turistas. São baratas e vão parando em pontos ao longo da rodovia. O ponto de saída e chegada é nos centros das cidades. As agências de viagem oferecem passeios específicos para diversas atrações da região. Os táxis são uma maneira prática e cara de circular entre as cidades e as atrações.

O que fazer

O dia a dia dos turistas que visitam Tulum se resumem as praias, passeios e bastante sol. Esse destinos possui diversas praias lindíssimas com aquele mar do Caribe transparente. A gastronomia também se destaca. A cidadezinha possui excelente restaurantes e bares. A praia El Paraíso é um bom lugar para ficar.

Ruínas Maias

Um passeio imperdível e parada obrigatório. Impossível não se impressionar com as ruínas na beira do mar em tons de azuis. A cidade foi construída em uma localização estratégica, funcionando como porto. A entrada do parque custa em média $5 mas para contratar um guia local você terá que desembolsar um pouco mais.

Cenotes

Os cenotes são verdadeiros absurdos da natureza. São buracos de água doce, azul e gelada que os maias acreditavam que eram passagem para outro mundo. Muito comum na região da Riviera Maya e uma das coisas mais incríveis do México. Não deixe de conhecer o Grand Cenote, Cenote Ik-Kil e Cenote dos Ojos

Chichén Itza

A cidade de Chichén Itza foi a capital do povo maia e por isso é tão importante para a história do país. Foi considerada uma das sete novas maravilhas do mundo. São tantas curiosidades e detalhes que o ideal é contratar um guia durante o passeio para entender como tudo funcionava. O ponto alto da cidade é a Pirâmide Kukulcán. É o templo principal e sua construção impressiona todos os visitantes.

Laguna Bacalar

É um pequeno vilarejo no sudeste do México, na fronteira com Belize e Guatemala. Esse lugar recebeu o nome devido a Laguna Bacalar, uma lagoa de 60 quilômetros de extensão e com umas das águas mais transparentes do mundo. A lagoa está um pouco mais para o interior porém ainda próxima ao mar do Caribe. O impacto visual é sensacional uma vez que passa pelo meio da floresta maia. É conhecida como a Lagoa das 7 Cores, por ter sete tons de azul e alguns de verde.

Ruínas de Cobá

As ruínas de Cobá é um sítio arqueológico localizado a 50 quilômetros de Tulum. Está no escondida na floresta do México, na selva de Yucatán e era o centro de uma rede de estradas maias. Para aqueles que conseguem chegar ao topo da pirâmide Nohuch Mul, a mais alta de Yucatán, desfrutam de uma vista espetacular da selva.

Parque Xel-Há

É um parque aquático integrado a natureza e que fica a 16 quilômetros de Tulum. O visitante tem contato direto com os animais e há diversas atividades de lazer. Os serviços funciona no sistema all-inclusive. Você compra o ingresso do parque e tem direito a utilizar boias, toalhas, armários, snorkel, máscara, pé de pato, além de alimentação buffet e bebidas, inclusive alcoólicas, livres durante todo o dia.

Reserva da Biosfera Sian Ka’an

É uma área natural protegida e que foi declarada Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco em 1987. Na língua maia o nome da reserva significa Porta do Céu, o lugar onde nasce o céu. Na costa da reserva há belíssimas praias de areia branca, manguezais e vários outros sistema ecológicos. A reserva ocupa uma área de meio milhão de hectares e mais de 20 assentamentos maias. Clique aqui para mais informações

Dicas

  • Brasileiros que vão ao México a turismo, negócios ou trânsito por até seis meses, não precisam de visto.
  • Caso queria alugar um carro, leve sua CNH.
  • A língua oficial é o espanhol.
  • A moeda oficial do México é o Peso Mexicano. Em Tulum o dólar também é aceito nos hotéis. Na maioria dos estabelecimentos comerciais só aceita peso mexicano. Leve muito dinheiro in cash. De preferência peso mexicano.
  • Leve  protetor solar, óculos de sol, chapéu, boné e muita água. Faz muito calor em Tulum e você precisa se proteger.
  • O terminal de desembarque do aeroporto de Cancún é bem confuso. Muitas vezes os taxistas e as diversas opções de condução tentando te convencer a utilizar o seu transporte. Na maioria das vezes não são o melhor preço e muitas vezes combinam o trajeto com outros passageiros. Para evitar problemas contrate um táxi comum logo na saída do desembarque, os preços são tabelados. Se preferir contrate os serviços de transfer direto com o hotel.
  • Sempre negocie o preço do táxi antes de embarcar no carro.
  • Leve um adaptador de tomadas na sua viagem. As tomadas no México são 127V e possuem 3 entradas.

Crédito das fotos: divulgação

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here